Follow by Email

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

O Bom Partido

Juro que já detestei o fim do ano. Já me revoltei com o Natal e o Ano Novo e achei tudo muito artificial e repetitivo. Mas um dia parei para observar que eu revoltado ou não, iria acontecer do mesmo jeito. Então, por que não celebrar e ser feliz ao invés de reclamar e se estressar com pequenas coisas? 
Estamos naquele tempo atemporal, em que as lembranças dos bons e maus momentos que passamos pelo ano ficam repassando na nossa mente. Acho que todos passamos por isso de fazer desejos e planos querendo mudança, mas esquecemos de avaliar o quanto mudamos de uma véspera de virada de ano para outra.
Ano passado eu me perguntava o que faltava em mim para ser notado. Este ano eu percebo que sempre fui notado, e o que me faltava era entender que não precisava disso ;)
Amo cozinhar. Já compartilhei isso com vocês várias vezes. Já falei sobre como minha vida de cozinheiro e minha vida amorosa começaram com o mesmo "timing". Uma dessas vidas seguiu de um desastre após o outro, melhorou muito, depois piorou e agora desisti dela de vez. A outra pelo contrário, começou com alguns bolos queimados e omeletes muito salgados, mas valeu de alguma coisa, pelo menos para ser um mini cheff aqui em casa...
Amo cozinhar, faço isso como se fosse a fonte de toda a alegria para mim... Eu posso estar podre de cansado, mas se estou na cozinha, mesmo que lavando a louça da janta que acabei de fazer, não me importo em estar ali...
Já fui elogiado por alguns dos meus experimentos e até já me fizeram uma proposta de casamento. Dizem por ai que o verdadeiro amor, se conquista pela barriga. Dizem...
Então este ano eu parei e comecei a observar as qualidades que julgava serem essenciais para ser um Bom Partido... Me perguntava o que estava faltando para preencher essa lista. 
E pensar é perigoso. Você deve tomar cuidado para não pensar muito e acabar ficando louco. Então eu compreendi que ninguém é um "Bom partido" por ter todas as qualidades necessárias. Não existe "Bom partido" que venha a suprir toda e qualquer exigência de qualquer pessoa. 
Esse desejo de ser notado e possuir todas as qualidades perfeitas pode ser um bom alvo, mas é perigoso se você é perfeccionista como eu e não aceita falhar em algum ponto. 
Costumamos admirar casais de idosos por estarem juntos a tanto tempo, mas a qualquer chance de alcançar essa felicidade, colocamos nossas exigências tolas sobre a pessoa que se aproxima. Ninguém passa no nosso julgamento de "Bom Partido."
Descobri que cada um faz sua lista de desejos e espera encontrar o que acha ser melhor para si, porém esquece que sua visão esta torta e embaçada com tantas inverdades socadas por filmes, músicas, livros e tantas outras coisas que acabam por influenciar nossa insônia.
É claro que sempre vamos desejar a felicidade dos filmes e livros quando contemplarmos ela, mas não podemos trazer essa ideia de esbarrar em qualquer esquina com alguém e ser o amor da vida dessa pessoa.
Não se trata sobre quem você precisa encontrar, mas de quem você precisa ser para ser encontrado. E quando duas vidas começam a se perder dentro de si para serem sua melhor versão, ai elas acabam se encontrando uma na outra. Você não vê acontecendo. Você não imagina nenhum futuro. Quando você acha que já jogou todas as cartas na mesa e que não há o que fazer, vem a vida e te surpreende mostrando que ao lado do muro no qual você insistia em bater a cabeça, havia uma porta só esperando a hora certa para ser aberta.
Com certeza muitos planos e desejos para esse novo ano que vai começar. Com certeza os sonhos são mais altos, mas também são vistos de um ponto de vista mais maduro. Posso ter certeza que enquanto continuar trabalhando no melhor de mim e cozinhando, desenhando, lendo, escrevendo e tudo o mais que eu  amo fazer, logo os desastres serão esquecidos, pois eu vou entender por que as pessoas certas para mim, eram as erradas para Deus. Então, vamos celebrar esse novo recomeço que está por vir e aproveitar que o tempo de ser feliz é hoje! 
Fazia tempo que não escrevia por aqui, mas estava meio ocupado tentando participar mais e filosofar menos, eis uma resolução para o ano novo: Participar e escrever ao mesmo tempo e blá blá blá...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião, vamos todos filosofar juntos hahaha