Follow by Email

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Uma caixa de pedras...


Existe passatempo melhor do que deitar em um gramado com um clima ameno e uma brisa fresquinha, um dia ensolarado cheio de nuvens e procurar desenhos em cada uma delas?

Sempre tenho essa mania de andar olhando pras nuvens e tentando encontrar desenhos, rostos ou histórias escondida no meio delas... E isso tem pouco tempo.
Eu creio que foi batendo a cara em postes que eu aprendi a não andar olhando pro chão... Todos os dias quando eu chegava em casa eu guardava as pedras que eu vinha chutando desde a escola, dentro de uma caixa. Pedras brancas, britas, torrões de terra, pedaços de vidro ou bolinhas de papel, todas estavam naquela caixa mostrando que mais uma vez eu fiz o caminho todo chutando poeira no chão sem dar valor pra visão maravilhosa que tinha ao meu redor.
Cansei de contar as vezes que eu esbarrava em algumas pessoas por não vê-las chegando ou me machucava em placas e postes... Isso sem contar nos quase atropelamentos e buracos que eu desviava de última hora.
Olhava pro chão pois achava que se observasse bem aonde pisava estaria seguro de tombos, sem entender que são os tombos que nos ensinam a caminhar olhando para frente. É nos tombos que encontramos equilibrio e descobrimos que voar não é a nossa realidade, por mais que a gente queira voar_.
Quando caimos podemos contemplar o céu que estava o tempo todo em cima de nós, pronto para ser adimirado... E é incrivel como a ignorância nos cega e nos deixa com temores... Ficamos com medo de encarar o céu, pois estamos seguros e acomodados em chutar pedras pelo caminho ,mesmo que o céu seja uma contemplação que nos faça bem...
Hoje eu já me livrei da coleção de pedras e fiquei só com as mais bonitas, para recordação de que eu nunca mais devo perder tempo chutando as pedras por medo, sabendo que o céu que eu tenho para adimirar pelo caminho me da o desejo de continuar caminhando, mesmo se estiver nublado ou chovendo...
Foi descobrindo o céu que eu perdi um medo muito grande, e pude encontrar muito mais do que desenhos em nuvens... Quem sabe um dia enquanto você procura desenhos nas nuvens você possa encontrar muito mais que carros, sorvetes, rostos, coelhos, carneirinhos e blá blá blá...