Follow by Email

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Uma Promessa


Decidi escrever sobre alguém que significa muito para mim, mas ela nem imagina como é maravilhoso  o fato de conhecê-la. Ao menos se ela visse o que eu vejo.
Se ao menos ela visse o amor com que aceita a todos e os faz sorrir, se visse o carinho que deixa as pessoas confortáveis ao seu redor. Como uma poltrona deixa um trabalhador depois de longas horas de trabalho ou uma limonada refrescante no terrível calor do verão.
Se ela visse o seu poder de cura sobre mim em meus dias de mau humor ou tristeza, se ela pudesse sentir a felicidade que sinto ao vê-la, mesmo que raramente, sorrir.
Se ela entendesse que cada detalhe e cada pequena coisa que ela odeia em si mesma é o que me faz gostar dela a cada dia mais. Só de saber que existe alguém perfeito assim, com seus defeitos quase despercebidos enche-me o coração de esperanças.
Se ela soubesse que longe dela há alguém que perde o sono e escreve tudo o que conhece sobre ela e que essa pessoa ainda não entende se é bobo ou simplesmente sortudo por ter se apaixonado por um anjo disfarçado de garota.
Se ela compreendesse que anjos chora e que cada lágrima dela corta o coração mas ajuda a cicatrizar a alma e a fortalecer para as lutas da vida.
Se ela soubesse tudo o que sei
Se ela sentisse tudo o que sinto
Se ela apenas lesse o que acabo de escrever
Se ela visse o que eu vejo sobre sua personalidade e vontade de viver de superar cada problema.
Talvez um dia ela perceba que é rara, e por isso seu valor é incalculável e blá blá blá...