Follow by Email

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Bem ou mal?


Honestamente não sei se frequentar casamentos me faz bem ou me faz mal.

Fico feliz pelos noivos, vejo o nervosismo em cada vacilo que o nervo dos lábios dá antes da noiva entrar, e nas pernas bambas do noivo naqueles segundos eternos em que a música toca e a noiva entra.
É bom ver após a cerimônia a cara de bobo dos dois que acabaram de declarar ao mundo que querem fazer da vida um do outro a melhor vida que eles poderiam ter na terra.
Mas é em casamentos que enchem os corações de "eu quero isso pra mim"... É uma droga olhar para sua vida e perceber que não há nem sombra de possibilidades de acontecer algo assim no momento. E ai vem aquela depressão pós romantismo exagerado... O que mudou nesse último casamento é que eu comecei a entender que não é somente uma escolha emocional; 
O maior erro já cantado foi "fazer valer a pena" entre a razão e a emoção. Se for pra valer a pena você estará preparado para assumir o compromisso de colocar sorrisos no rosto que vai acordar ao seu lado em todas as manhãs; Sabe aquele compromisso que vai além de uma assinatura em um papel, mas nos corações  de quem fez o acordo ?
É triste ver que hoje em dia as pessoas casam, não pelo compromisso mas pela ideia de ter alguém, como um estágio na vida, em que o divórcio é algo predestinado... 
Por isso a depressão pós casamento não aconteceu dessa vez. Eu olhei pra minha vida, vi nenhuma chance de encontrar alguém que esteja sentindo o mesmo que posso estar, e ao invés do desespero e solidão, senti a paz de entender que não é a hora. Preciso crescer, amadurecer e consertar os erros dentro de mim() pra então conseguir cuidar de alguém com a máxima dedicação que eu puder, e esse é o meu maior desejo.
Chegar no dia do meu casamento e nos meus votos matrimoniais poder dizer : " eu me preparei a vida toda para esse momento".(spoiler
Se você está desesperado por não ter ninguém, valorize a si mesmo e invista em sua aparência por dentro e por fora. Aprenda coisas novas, se torne interessante. Inove e renove, reconstrua seu coração quando a vida quebrou em pedaços, e ajude-se a encontrar alguém que realmente valha todo esse investimento.
O ingrediente que não pode faltar nesse crescimento é a humildade, pois com tanto trabalho uma supervalorização vai afastar qualquer possibilidade de encontrar alguém que vai cumprir seu compromisso e te fazer sorrir todos os dias...
Solteiro, mas em obras, pra estar pronto quando a marcha nupcial tocar e blá blá blá.