Follow by Email

sábado, 22 de agosto de 2015

Pra simplificar...

Eis que navegando pelos canais do youtube (que hoje pra mim já é melhor do que uma televisão e preferível na escolha de onde eu devo perder meu tempo) quando encontro este vídeo "A letter from Fred - Sweet Lorraine (Uma carta de Fred) a qual compartilho com vocês abaixo:



As coisas complicaram. Foram muito bagunçadas. Parece que de tanto gostarem da brincadeira alguém inventou novas regras pro jogo e tudo ficou muito mais complexo.

Hoje temos maior liberdade de escolher com quem passaremos o resto de nossas vidas, mas passamos boa parte dela tentando ser a melhor companhia. E quando encontramos a metade da laranja, já estamos cheios de "poréns e entretantos" que nem sabemos direito como reagir. 

O mundo nos dita o que é certo, o que é errado, o que é legal e o que não é. No meio de tanto barulho acabamos perdendo o foco do verdadeiro motivo pra duas pessoas ficarem juntos. Este vídeo, o qual acredito e espero que todos tenham assistido, me emociona pela simplicidade em que as coisas aconteciam naquele tempo. 

Não estou sendo ingênuo pra dizer que eles nunca tiveram uma briga e quebraram os pratos, ou que nunca rolou uma DR complicada. Estou dizendo que os dois entendiam o compromisso maior que haviam formado. Não estavam preocupados se a casa tinha tantos quartos e quanto espaço eles teriam na garagem para os quantos carros. Eles ficaram juntos desde o começo e desde lá montaram a vida. 

Tenho outros exemplos em minha vida de pessoas que fizeram o mesmo. Me deixa triste ver na sociedade que declara ao receber um convite e casamento: "Mas vocês são tão jovens! Vão viver a vida! Vão conhecer outras pessoas! E nem terminaram a faculdade, vão viver de amor?" 

Me deixa triste por que acima de qualquer condição, a primeira condição para duas pessoas ficarem juntas deveria ser o sentimento que elas tem uma pela outra. Não para viver de amor. Planejamento é sim importante, eu como 3/4 administrador sei muito bem disso, mas de que adianta se preparar tanto pra viver quando a vida já está mandando a conta!?

Buscar o melhor da sua vida hoje!

Claro, existe tempo... Você não precisa se jogar no primeiro que te olhou no refeitório ou no ônibus. Mas quando encontrar essa pessoa, assuma os riscos ao lado dela. Busque a certeza de que ela será seu amor pro resto da vida. Resto mesmo, quando os cabelos ficarem algodão e já não se suportarem o peso das pernas... 

Dá um medo do caramba de amar nos dias de hoje. Acredito que quando o Fred e a Lorraine se conheceram também sentiram o mesmo frio na barriga. Mas eles deram uma chance pra si mesmos. Uma chance pra serem felizes, pra errarem e tentarem diferente, tentarem novamente, tentarem melhor. 

De uma chance pro erro e pro medo. Viva a coragem que os bons momentos fornecem. Não termine sua vida por pequenas causas, erros todos cometem e você deve manter em sua vida apenas aquelas pessoas que cientes disso irão lhe aceitar de qualquer maneira!

Pra que no fim da vida, assim como o Fred, você possa cantar que gostaria de viver todos os bons momentos, de novo, de novo e blá blá bá...