Follow by Email

domingo, 18 de novembro de 2012

"É hora de dar tchau!"


Teletubbies, que coisa mais tola não é mesmo? haha, mas querendo ou não eu não perdia um episódio, e meu preferido era o verdinho de cartola( Dipsy?) E essa frase era depois que algum vídeo construtivo passava da barriga de um dos chapadinhos lá :)
Essa hora de dar tchau, por mais que seja anunciada com a maior animação, não é alegre e nem desejada...
aquele gosto de quero mais, com sentimento oprimindo de domingo a noite no finalzinho do fantástico, aonde a semana de trabalho está só começando e o tédio do domingo já não está mais ali.
essa hora de dar tchau pode ser para pessoas que aparecem em nossa vida, e nos influenciam querendo elas ou não. Pode ser também para hábitos antigos que só nos faziam mal, ou que nos atrapalhavam.
Essa hora não é desejada em nenhuma hora, mas ela é inevitável. Uma hora ou outra é certo que será hora de dar tchau. E desapegar, deixar passar e partir é o que mais dói. Quando algo está acomodado, ele se torna confortável, até mesmo a dor de um beliscão começa a se tornar natural com o passar do tempo e depois que fica confortável, acostumado, que parece estar tudo certo e aquilo é retirado de você causando um vazio que ocupa um espaço enorme na sua mente.(não entenda, só concorde)
Então há algumas maneiras de você se acostumar com a falta daquilo que parecia ser essencial, mas que com o passar do tempo não se torna nada além de uma página virada.
1º Deixe tudo como está: todas as peças que estão em sua vida que ainda lembram a pessoa que não está mais com você podem permanecer no lugar, juntando pó, como parte da paisagem. Seguir em frente pode significar deixar as coisas como estão até que elas comecem a se tornar irritantemente salientes e descartáveis.
2º Mude tudo de lugar:  E não somente as coisas que lembram aquele alguém que antes estava ali, mude mesmo, arraste os móveis, troque de quarto, vá dormir na sala, quem sabe uma fuga para a casa de algum parente por uns quinze dias, whatever, de um jeito de quebrar a rotina ao extremo, assim a falta da pessoa não será a sua única alteração de rotina
3º Um melhor amigo, muito doce, romances e dramas: Nem preciso descrever o que fazer, simplesmente mostre a si mesmo que a falta de alguém não significa não ter ninguém, encare de frente todo o drama e depressão pós "Hora de dar tchau" e resolva todas as suas dúvidas e inseguranças, esse processo não é imediato, nenhum dos métodos é, pois as pessoas que saem da sua vida( por mais lixo que possam ser as vezes) são parte da sua história e é inevitável pensar uma vez ou outra nos momentos em que ela estava ali. 
Mas uma coisa é certa, se você se concentrar conseguirá tirar coisas boas de qualquer tragédia dramática que lhe ocorrer, e isso é certo. 
Por que todos buscamos estar sempre sorrindo e sempre felizes quando só temos que permitir que as as feridas se fechem por completo, que as cicatrizes nos ensinem a viver e blá blá blá...